Golpe da namorada Russa

Muitos cidadãos brasileiros já relataram ao Setor Consular da Embaixada do Brasil em Moscou terem sido vítimas de golpes ao estabelecerem contatos com mulheres russas ou bielorrussas em sítios eletrônicos de relacionamento na Internet.

Os chamados “golpes de relacionamento” atingem cidadãos de várias nacionalidades, que, ao buscarem travar contato e ter relacionamentos com supostas cidadãs russas ou bielorrussas pela Internet, tornam-se vítimas de armadilhas nas quais são levados a transferir somas de dinheiro para contas bancárias no exterior.

Normalmente, uma bela mulher, de falsa ou verdadeira identidade, após curto relacionamento por meio da Internet, demonstra interesse em visitar seu “amigo brasileiro”. Seguem-se, então, pedidos de envio de recursos financeiros, supostamente destinados à compra de passagens aéreas; ao pagamento de taxas de visto; à comprovação de condição financeira para o sustento durante a permanência no Brasil, mediante apresentação de dinheiro, em espécie, às autoridades consulares brasileiras e policiais de imigração; ao custeio de exames médicos e de seguros de saúde internacionais para a obtenção dos vistos.

Diante do problema, o Setor Consular da Embaixada do Brasil em Moscou presta os seguintes esclarecimentos:

a) Portadores de passaporte russo não mais precisam de visto para viajar ao Brasil por períodos que não excedam a 90 (noventa) dias, dentro de períodos de 180 (cento e oitenta) dias. A isenção de vistos de curta duração foi estabelecida pelo “Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Federação da Rússia para a Isenção de Vistos de Curta Duração para os Nacionais da República Federativa do Brasil e da Federação da Rússia”.

b) Cidadãs bielorrussas precisam de visto para viajar ao Brasil. Atualmente, um visto de turista para cidadã(o) bielorrussa(o) custa cerca de 20 dólares;

c) Para a obtenção de vistos ou no controle das autoridades migratórias russas, bielorrussas ou brasileiras, não é necessária a apresentação de exames médicos, tampouco a apresentação de seguro de saúde internacional. O Setor Consular da Embaixada do Brasil em Moscou apenas recomenda aos viajantes que vão ao Brasil, como medida de precaução, a aquisição de seguro de saúde internacional, o que não é obrigatório;

d) O Brasil não exige o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia para entrada no país.

Apenas é recomendada a vacinação contra a febre amarela ao viajante não vacinado ou vacinado há mais de 10 anos contra febre amarela cujo destino sejam áreas de mata das regiões consideradas de risco.

e) Nos pedidos de visto e eventualmente em controles migratórios de aeroportos, as condições financeiras do viajante de manter-se em território brasileiro durante o período de estada são, de fato, analisadas. Exemplos de documentos que podem ser exigidos são extratos bancários, faturas de cartão de crédito, contracheques e cartas de empregador com informações sobre a função exercida e o salário. O Setor Consular da Embaixada do Brasil em Moscou aceita, inclusive, carta-convite assinada por pessoa residente no Brasil, com firma reconhecida em cartório, na qual aquele que convida responsabiliza-se por seu convidado e compromete-se a arcar com todas as suas despesas no Brasil. A apresentação de dinheiro em espécie como prova de condição financeira para a viagem nunca é exigida pelas autoridades consulares brasileiras;

f) Tanto o Setor Consular da Embaixada do Brasil em Moscou como autoridades migratórias aceitam reservas de bilhetes eletrônicos de avião feitas de qualquer lugar do mundo. As passagens podem ser, inclusive, reservadas no Brasil, em agência de viagens ou diretamente na Internet. Os bilhetes eletrônicos reservados podem ser enviados às cidadãs russas ou bielorrussas por e-mail.
Além dos esclarecimentos acima feitos, o Setor Consular da Embaixada do Brasil em Moscou faz as seguintes recomendações para que os golpes de relacionamento sejam evitados:

 

Evitar a transferência de somas de dinheiro a contas bancárias no exterior;
Se a intenção é custear passagens aéreas para pessoa conhecida em sítio eletrônico de relacionamento, reservar bilhetes eletrônicos no Brasil, seja por meio de agência de viagem, seja pela internet;

Não atender a pedidos de custeio de exames médicos em território russo ou bielorrusso;
Instalar e solicitar da parceira russa ou bielorrussa do outro lado do computador a instalação de câmera própria para computador, popularmente conhecida como web cam. Muitas vezes as fotos enviadas pelas supostas cidadãs russas ou bielorrussas revelam-se falsas. Antes da realização de qualquer gasto, é recomendável conversar de viva voz com a cidadã russa ou bielorrussa vendo-a, o que é possibilitado com o uso da web cam. Essa parece ser a melhor maneira possível de certificar-se da identidade de pessoa conhecida pela internet.

O Setor Consular da Embaixada do Brasil em Moscou não está legalmente habilitado a verificar nem a identidade de cidadãs russas e bielorrussas, nem a veracidade de seus documentos, tampouco a realizar investigações de qualquer espécie. Assim sendo, é aconselhável que, em caso de dúvidas, sejam lidos atentamente os esclarecimentos e seguidas as recomendações acima feitos.

Mas há uma outra variável. O sujeito se apaixona e enfia na cabeça que tem que ir para uma vila pequenina, uma cidade perdida no meio do nada, encontrar a tal pessoa. Aí o pobre reúne dinheiro D´us sabe como e parte. Chegando lá, pode até ser que sua amada exista, mas as coisas realmente não vão sair como o planejado. As variações são extorsão, cárcere, exploração e por aí vai.
A outra modalidade é o golpe do passaporte. A pessoa amada é um doce até que você casa e garante a ela um documento brasileiro (ou europeu). Aí, a carruagem vira abóbora e você é chutado. No caso, você até tem algum romance, mas com prazo de validade e é sempre pressionado para agilizar a cidadania.

2
11
18-1
18-2
barbie001
barbie2
barbie003
barbie006
bela
linda2
mm
nn russa1-2 russa4 russa5 russas3 ww yy

1) O golpe básico: pede para mandar dinheiro para comprar passagem

2)  A vítima resolve ir encontrá-la. Chegando lá é uma armação, roubam seu dinheiro e tudo mais. Lembrem-se que é um país famoso por sua crueldade frieza. 

3) Realmente a mulher existe, é linda e maravilhosa e louca para casar com vc. Mas ela só quer uma coisa: dar um belo golpe no baú casando-se com comunhão total de bens e obter dupla cidadania. Lembrando, é um país com concorrência agressiva profissionalmente. Casar com um classe média aqui é garantia dela aprender a língua, estudar, fazer faculdade…

OBS: AS FOTOS FORAM ENVIADAS POR LEITORES. NORMALMENTE AS GOLPISTAS  USAM FOTOS FALSAS E NOMES FALSOS (ELAS USAM FOTOS DE OUTRAS PESSOAS  QUE NÃO SABEM QUE SUAS FOTOS ESTÃO SENDO USADAS. AS VERDADEIRAS DONAS DAS FOTOS, TAMBÉM ESTÃO SENDO VÍTIMAS.

Nomes comuns usados por  algumas golpistas:
Ekaterina,Nadezhda, Olga Kuzenova, Anastasiya Keyl, Mariya Uzdenova, Nadezhda, Irina Laerinttevita, Anna de Kalunga, Irina Vaseleva, Mikhilova, Anix, Irina Laerinttevina, Elena Oksana.

Normalmente as golpistas usam fotos  falsas. (fotos de outras mulheres  comuns ou de modelos russas).
 
Em casos raros, usam a própria foto quando fazem vídeos para as vítimas objetivando ganhar confiança 
 

Sua amiga da Rússia, Darya.