A História do Fundador do Bradesco

ACESSE NOSSO NOVO SITE: www.jorgeroriz.com

O fundador do Bradesco, o maior banco privado da América Latina, com patrimônio líquido de R$ 6 bilhões e 67 mil funcionários, dormiu um dia num banco de praça. Tinha 16 anos e acabara de fugir da fazenda de café onde empunhava a enxada, em Sertãozinho (SP). Quatro anos antes, quando cursava o quarto ano primário, o pai, o lavrador João Antônio Aguiar, que tinha 13 filhos, otirara da escola para que ele o ajudasse na plantação. Aos 16 anos, ele escapuliu (revoltado com o comportamento do pai, que bebia demais e era tido como mulherengo) e pegou no sono, ao relento, naquele banco de praça em Bebedouro (SP). De madrugada, foi acordado por um mendigo, que lhe pediu um trocado. Aguiar revirou os bolsos e só achou uma moeda. “Então, ele pensou: parece mentira, mas existe gente que tem menos do que eu”, contou a ISTOÉ a neta Denise Aguiar.

Nascido a 11 de fevereiro de 1904, em Ribeirão Preto (SP), Amador Aguiar ainda estava sem rumo em Bebedouro quando entrou num restaurante. O dono olhou para o rapazote de mãos calejadas e perguntou se ele queria comer alguma coisa. “Não, primeiro eu quero trabalhar e só depois vou aceitar o prato de comida”, disse Aguiar. Não demorou para que ele encontrasse emprego numa tipografia, na qual perdeu o dedo indicador da mão direita numa máquina de impressão.

Em 1926, aos 22 anos, Aguiar era office-boy na filial de Birigui (SP) do Banco Noroeste do Estado de São Paulo. Foi nessa época que começou a acalentar a idéia de subir na vida e, algum dia, tornar-se poderoso. Dois anos depois, numa carreira fulminante, ele já ocupava o cargo de gerente. Mais do que à ambição, ele atribuía o êxito a um detalhe aparentemente secundário.“Todo o meu sucesso profissional eu atribuo à asma. Eu não dormia à noite e, por isso, lia tudo sobre as atividades bancárias. Assim, superei muitos funcionários mais letrados do que eu.”

Dez contos
Em 1943, o projeto de virar banqueiro começou a se concretizar quando, com amigos, adquiriu a Casa Bancária Almeida, um banco falido de Marília (SP). A instituição ganhou de imediato um novo nome: Banco Brasileiro de Descontos, o Bradesco. No dia da inauguração, a morte repentina do sócio escolhido para dirigir o novo negócio fez de Amador Aguiar o diretor-presidente. Além de plenos poderes, foi agraciado com um terço das ações do banco, que, por sinal, naquele momento, nada valiam. O Bradesco era tão insignificante que o próprio Aguiar fazia piada da sigla da instituição nascente. “Banco Brasileiro dos Dez Contos, se há?”, alguém perguntava, e ele respondia às gargalhadas: “Não há!”

Em 1946, ele transferiu a sede do banco de Marília para a rua 15 de Novembro, no centro de São Paulo – sete anos depois, a administração do Bradesco seria instalada em Osasco, na Grande São Paulo, de onde nunca mais saiu. “Foi o pioneiro em separar a administração das agências”, disse a ISTOÉ Lázaro Brandão, sucessor de Aguiar e presidente do Bradesco até pouco tempo atrás – atualmente, preside o Conselho de Administração. Segundo Brandão, a idéia de Aguiar era afastar os altos executivos do Bradesco dos problemas corriqueiros das agências. Com isso, sobraria tempo para eles se dedicarem aos grandes negócios. Outra inovação: o Bradesco foi o primeiro banco a aceitar o pagamento das contas de luz. “Com sua visão aguçada, ele fez com que o Bradesco se transformasse, já em 1959, no maior banco privado da América Latina, posição que nunca mais perdeu”, disse Brandão. Na fachada do prédio do Bradesco em Osasco ainda hoje se lê a frase que sempre inspirou Aguiar: “Só o trabalho pode produzir riquezas.”

Em seu caso, gerou uma fortuna pessoal avaliada em US$ 860 milhões. Mas Aguiar – que teve três filhas e 13 netos – foi um homem de hábitos simples até o fim da vida. Fazia questão de dirigir seu próprio carro, um Fusca. A maior diversão era cortar lenha em uma das fazendas espalhadas pelo País. Gostava de dormir em rede e, curiosamente, nunca usou talão de cheques. Tampouco guardava dinheiro no bolso. Afastou-se da administração do Bradesco, em 1990, e morreu a 24 de janeiro de 1991 de parada cardíaca. Ficou a lenda de uma das mais bem-sucedidas carreiras deself made man do País.

VOCÊ SABIA?
Num hotel em Manaus, esqueceram de colocar toalhas no quarto. Não quis incomodar a camareira e se enxugou com a camisa. No restaurante, o garçom não o reconheceu e pediu para ele mudar de mesa. “Ele está só fazendo o seu trabalho”, aceitou Aguiar sem reclamar.

Errata
Ao ser contratado como diretor-gerente da Casa Bancária Almeida, de Marília, Amador Aguiar recebeu 10% das ações e não um terço delas; na ocasião, a instituição já se chamava Bradesco e não estava falida; em 1951, Aguiar assumiu a superintendência e só se tornou presidente do Bradesco em 1969, em substituição a José da Cunha Jr., genro do fundador do banco, José Galdino de Almeida.

Reportagem da Revista Isto É

66 comentários sobre “A História do Fundador do Bradesco

  1. Amador Aguiar, único amador a guiar um banco.
    Amador Aguiar, foi trabalhar no ORBEX, como SG-serviços gerais ou seja Artífice, varrer a ag bancária. Pra quem não sabe, ORBEX é a sigla do Banco Noroeste do Estado de São Paulo SA, depois Banco Noroeste S/A.
    Mais tarde Aguiar foi promovido à continuo, que é um faz tudo, (arquivo, busca coisas, levar avisos aos clientes na rua, no sítio, na fazenda [dos lançamentos em c/c, tem se então os AL-aviso de lançamento, que são diferentes de depósitos e de cheques], carimbar talões de cheques, carregar malotes com documentos), todo serviço que não seja burocrático, exclusivo dos bancários, enquanto se é “continuo” ainda não se é bancário, só um aprendiz de bancário. Trabalhou no Noroeste por 20 anos. Galgou todos os cargos da carreira de bancário no ORBEX, chegando a Diretoria. Aprendeu e conheceu os meandros da atividade financeira e da atividade econômica da região em que estava inserido o banco do noroeste do estado de São Paulo naquele momento da história (1a guerra mundial, evolução ou revolução do comunismo no mundo, chegando ao Brasil grandes levas de populações vindo da Europa, do Japão, desde o oriente médio, de toda parte do mundo, os chamados emigrantes que vinham em busca de nova vida, a fase da plantação café, da industrialização em São Paulo, enfim a outra fase que foi a segunda guerra mundial, etc…etc. …). Assim OPORTUNIDADE estava em toda parte.
    A passagem de bancário para banqueiro foi daí pra frente.
    E a história começa pequenininha. O BRADESCO surgiu da CASA BANCÁRIA ALMEIDA.
    Alguém aí que comentou, procurou saber o que era essa Casa Bancária? Não. Casa bancária Almeida eram 2(duas) lojas. Matriz e filial. Simples assim. Funcionava mais ou menos como um símbolo de estatos para famílias poderosas e ricas. Era como um caixa da família. Como a carteira onde se coloca o dinheiro, o cartão de crédito, o RG CPF CNH, a foto da família, enfim aquilo que cada um tem na carteira, que carrega no bolso ou na bolsa.
    Mas, família rica, importante e poderosa tinham uma CASA BANCÁRIA. Funcionava como um escritório de negócios do grupo familiar.
    Não havia estoque.
    Não havia bens a não ser móveis e algumas máquinas de escrever e somar, alguns armários arquivos, um COFRE, quando tinham. Geralmente o ponto era locado.
    Uma entidade tão simples mas respeitada, que quando um cidadão comum passava pela frente, baixava a cabeça e tirava o chapéu, em sinal de respeito. Sempre havia um brasão, uma bandeira nacional ou do estado, eram tempos de símbolos.
    Era um símbolo na localidade onde existia.
    Nestas “casas bancárias” os donos, sócios, faziam negócios comerciais, dependendo da praça, compravam CAFÉ. Compravam cereais. Negócios com algodão. Gado. Terras. Produtos das mais variadas formas. Eram tempos de crise. De guerra. De escassez de todo tipo de gênero e ferramentas. O mundo dividido de lado a lado. As casas bancárias compravam, vendiam transportavam e exportavam o que fosse da hora. Quem produzia e vendia nem sempre levava todo produto da venda para cada. Para fazenda. Para um interior menor. O dinheiro podia permanecer na “casa bancária”, e na maioria das vezes permanecia. Assim, o produtor vendia a colheita e deixava seu dinheiro na casa bancária e levava um “TITULO” representativo do seu saldo. A colheita do ano ficava guardada na “casa bancária”. Simples. Qualquer pessoa, ou sócios poderiam abrir – estabelecer uma “casa bancária “.
    Foi com um “Banco” destes (“casa bancária “) que Amador Aguiar viu a oportunidade de ingressar no ramo de negócios de ……
    “casas bancárias”. >para> BANCO.
    A Família Almeida era respeitada.
    Rica. Possuíam muitos bens e negócios. Fundaram a casa bancária Almeida para ampliar a capacidade de atuação. Mas possuía entre seus membros um sócio perdulário. Não produzia. Não trabalhava. Apenasmente sua frequência na empresa era pra fazer retiradas. O mesmo seria um jogador ou frequentemente usuário bebida e de bordéis, enfim perdulário. A casa bancária Almeida estava seguindo para banca rota.
    O já diretor do ORBEX (amador Aguiar) foi convidado/estimulado a iniciar uma administração profissional para a Casa bancária Almeida, pelo sócio que mantinha se correto e com responsabilidade na sua atuação. Ele (Amador Aguiar que se dizia sempre: BANCARIO), passou de dirigente do banco do noroeste para dirigir a casa bancária Almeida. Com a missão de organizar e profissionalizar a casa bancária Almeida.
    Na direção do negocio da família Almeida, verifica que já havia compromissos amplos. E o sócio perdulário não se redimia. Não se enquadra na nova realidade do negócio, que foi contratado pela parte responsável na família para por ordem na casa (na casa bancária Almeida), e isso foi feito. De forma profissional por Aguiar.
    A Escola de Amador Aguiar é o ORBEX – Banco Noroeste do Estado de São Paulo S/A. Onde aprendeu e viu como organizar um Banco, com letras maiúsculas e garrafais. Onde poderia ser feito mudanças vislumbrar o desenvolvimento. Quem quiser saber sobre este banco ORBEX, procure informações. Sempre foi um banco sólido. Sendo que o BRADESCO comprou centenas de outros bancos, nunca o ORBEX. Assumindo a casa bancária Almeida, constata que havia um forte rombo. Somando todos títulos emitidos por venda de produtos não seria possível resgatar tudo. Problema. Resolver insolvência. Não permitir uma corrida ao caixa. O talento de Amador Aguiar prevaleceu. Resgatou a moralidade da família Almeida. E criou o Bradesco. Em várias vezes o irmão perdulário foi impedido de retirar dinheiro no caixa do banco ou da casa bancária.
    Naquele tempo a mesa do gerente ou dirigente do banco era locada numa sala nos fundos do banco.
    ■ A primeira importante inovação do novo bancário (Amador Aguiar) na praça foi colocar a mesa do gerente na porta do banco.
    O BRADESCO surgiu e multiplicou sua participação no mercado colocando o gerente na porta e o cumprimento para todos que adentrarem o banco.
    ■E uma outra foi convidar todo tipo de pessoa a mais simples que fosse à abrir conta no banco.
    ■Diversificar atendimento, com prestação de serviços à comunidade.
    ■na compensação de cheques – inovou, juntando os cheques de outros bancos que eram depositados nas agências, ele Mandava buscar o dinheiro de Lambreta (um tipo de motocicletas existentes na época) já mais tarde (anos 50 ..60..) em São Paulo e adjacências. ;
    no Banco Brasileiro de Descontos S/A. havia o cargo e função de LAMBRETISTA. Isso permite que o banco tenha o dinheiro mais rápido. Outros bancos demoravam até 30 dias para liberar o recurso para o cliente. E o Bradesco era rápido.
    ■Bradesco expandia o horário de atendimento. No tempo de multa a banco por prefeituras pelo horário de abertura e fechamento de agências, o Amador Aguiar foi a uma dessas filiais do banco desafiou as ordens de fechamento e declara que seria o primeiro brasileiro bancário preso por estar trabalhando.
    ■fundação Bradesco quando foi ser construída em São Luís ma nos anos 83/84, uma escola para 1500 alunos em tempo integral, o prefeito na época quis extorquir demasiadamente o banco, o sr Amador Aguiar para obter o alvará de construção foi obrigafo e pediu a intervenção do Presidente José Sarney para que o prefeito desistisse da extorsão implantando assim a escola da fundação bradesco no Maranhão.
    ■para consolidar a posição do quadro acionistas da casa bancária para banco, Amador Aguiar contou com um irmão
    Mario Coelho Aguiar braço direito por toda vida, o qual viajava para o interior de São Paulo adquirindo títulos representativo de cotas de capital da soviedsde, transferindo direito de votos em assembléia geral de acionistas para os então detentores dss cotas. Feito que surpreendeu a família da casa bancária Almeida e fez de Aguiar majoritário no contrato social da organização. Com direito a voto detendo s maioria das ações é o que aconteceu.
    ■Na política Amador Aguiar foi secretário de finanças de S . Paulo, não aguentou a desonestidade na época e desligou se em curtíssimo prazo.
    ■Nunca viajou para o exterior, orgulhoso disso.
    ■Não usava meia com sapatos.
    ■presbítero convicto;
    ■alimentava se com demais funcionários do banco no refeitório em Osasco;
    ■no período que acompanhei o banco eram mais de 50 empresas – nas diversas áreas, até um hospital moderno
    ■GATROCLINICAS era destinada principalmente aos funcionários.
    ■Cia de hotéis;■ turismo; ■TI produtos de informática – terminais de cx. Leitor de cheques. Monitores. ■A Gráfica bradesco era o orgulho de Aguiar. A cor vermelha no slogan do banco é que Amador Aguiar, quando gráfico aprendeu que era a mais barata na produção de impressos gráficos; ■Marcenaria bradesco todos os móveis eram feitos por e para o próprio banco;
    ■MARMORE próprio. As Agências são revestidas com mármore – beleza, durabilidade, não necessitando pintura pra sempre. ■TREINAMENTO dos QUADROS funcionários pela própria matriz; ■Serviços de malotes para si e para terceiros; ■PECPLAN BRADESCO
    usina de tecnologia embrionárias pecuárias;
    AMADOR A GUIAR UM BANCO PROFISSIONAL.
    Trabalhei no Banco por 20 anos.
    De 71 a 90.
    Comecei com 15 anos, fui até os 35 incompletos
    A Organização é cheia de mitos. Um deles é que o banco manda embora o empregado depois de um tempo. Mito. Não vi isso enquanto estive lá. Exerci função em 7 estados. PR MG SP MA PI
    RJ ES. Pedi para sair buscando trabalhar por conta própria. Para entrar na firma o banco exige carta de fiança, obtida junto a um amigo da família. E quando me desliguei do banco me foi retornada a qual tive oportunidade de agradecer ao meu fiador em vida ainda. Já um senhor longevo.
    Em 1986 o sr Amador Aguiar determinou à direção do banco uma distribuição de ações aos funcionários de gerência acima. E foi feito a distribuição. Recebi um lote de ações ordinárias. Foram financiadas pela cx beneficente dos funcionários. Calculado de forma que os dividendos quitaram o lote em alguns anos. Isso não saiu em nenhuma imprensa. Quando me desliguei vendi. Para meu próprio negócio.

    Curtida

  2. O meu marido sempre gostou muito do banco Bradesco Ele era de Marília também. Sempre teve conta no Bradesco . E o pai dele Também.

    Curtida

  3. Amador Aguiar deixou um legado, fundou a fundação Bradesco, se o Brasil tivesse 10% de Amador Aguiar, com sua visão e simplicidade o Brasil seria uma das nações mais importante do mundo, eu trabalhei 15 anos nesta instituição foi o meu primeiro emprego de carteira assinada.

    Curtida

  4. DESCONHEÇO A INFORMAÇÃO. QUAL O NOME DO IMIGRANTE? COMO ALGUÉM EMPRESTA UM VALOR TÃO ALTO SEM DOCUMENTOS, SEM GARANTIAS? POR QUE A DÍVIDA NÃO FOI EXECUTADA NA JUSTIÇA? A SUA HISTÓRIA ESTÁ MAL CONTADA. A HISTÓRIA DIZ QUE AGUIAR ERA UM HOMEM DE CARÁTER. JAMAIS DEIXARIA DE PAGAR UMA DÍVIDA, PRINCIPALMENTE DE QUEM SUPOSTAMENTE O AJUDOU. FOI DÍVIDA OU DOAÇÃO? EXISTEM DOCUMENTOS QUE COMPROVEM A DÍVIDA?

    Curtida

  5. O Sr Amador Aguiar, tomou emprestimo milionario de um sr, imigrante dos EUA ( que era o padrinho do meu avô ), na cidade de Americana, para adquirir o banco de Marilia, transformá-lo em um banco com liquidez excelente e fundar o Bradesco. Prometeu devolver o tal emprestimo milionario, e nunca o fez. O Bradesco virou este grande banco que é hoje e ele simplesmente ignorou sua divida, a divida que o permitiu criar esta grande potencia. Será que o Bradesco trata seus devedores da mesma forma ???

    Curtida

  6. Em 6 de junho de 1961 comecei a trabalhar no BBD, fui admitido na Contadoria Geral-Setor Copiação, cargo Aprendiz de Continuo.Com dedicação e presteza fui galgando os pilares da Organização, fui caixa,chefe de seção, chefe de serviços, contador,gerente e finalizei minha carreira como GERENTE CHEFE em Março de 2001 aposentei e hoje tenho muito Orgulho em dizer que o Banco foi tudo pra mim.

    Curtida

  7. A VISÃO, estamos na decada de 70 o Bradesco tinha uma agencia no centro de Santo Amaro, em SP, quando foi designado o Sr. João Servino, que, trabalhava nesta agencia, para assumir uma nova agencia do Bradesco, agora na Av. Nsa.Senhora do Sabara, esta por sinal era bem pequena, situada do lado oposto da atual agencia. Meses apos a inauguração, recebeu o Sr. Servino a visita pessoal do Sr/ Amador Aguiar, pois este estava surpreso com a rapidez que esta nova agencia estava crescento, e nesta visita, verificando a possibillidade de se transferir para um novo local, a agencia que visitava, deu ordens para que fosse comprado a area (parte) do atual endereço, para ali instalar
    a agencia do Bradesco, dando orientação para que se adquirisse aos imoveis ao lado, pois, via que em breve aquela nova agencia necessitaria de mais espaço. Somente ele, com a visão aguçada, poderia naquela momento dar ordem para este crescimento..

    Curtida

  8. Nossa essa história inspira qualquer um. Eu fui abandonada pela minha mãe e pelo meu pai quando eu tinha 7 meses minha avó paterna me criou até os 7 anos desde então comecei a trabalhar por morar no interior era facil arrumar emprego aos 13 anos conheci um rapaz e vim morar com ele temos uma filha hj tenho 16 anos e não paro d correr atraz de emprego tenho muita vontade demudar d vida d dar um futuro melhor a minha mas hj é muito dificil arrumar emprego numa cidade maior com apenas 16 anos e sem estar estudando aqui só se pod estudar a noit se trabalhar durante o dia e só se pode trabalha durant o dia estudando a noit é esta muito complicado.Preciso de algumas dicas pramudar minhq vida pois vontade d trabalhar e d mudar de vida não m faltaeu só preciso d uma oportunidade. E a historia do AMADOR AGUIAR mostraq com trabalho arduo conseguimos muito mais do q imaginaNossa essa história inspira qualquer um.

    Curtida

  9. Eu Tenho uma Moeda de Prata.
    B.B.D com um Numero 32, e escrito (Birigui)
    atras dela se encontra o mapa de “São Paulo” escrito em volta.
    ( Banco Brasileiro de Descontos S.A)
    Gostaria de saber mais sobre ela, e Qual Valor dela em R$.

    Curtida

  10. Nossa muito legal a historia adorei me ajudo mt eu escolhi ele pra fazer um trabalho de empeendedor pra faculdade d administraçao vlw gente mt obrigado beijos

    Curtida

  11. É, a vida as vezes nos apresenta personagens que nos faz meditar nas dificuldades que enfrentamos, Destino?,Aptidão? Luta?, o que leva um homem a lutar e vencer na vida, como este personagem ilustre do Bradesco? Eu, daqui do meu pequeno mundo, parabenizo a ele, onde ele estiver(creio que DEUS reservou um lugarzinho pra ele no céu), e não digo que-o invejo, mas digo que gostaria de ser como ele!!!!

    Curtida

  12. Que historia tocante essa do fundador do Bradesco hem? minha mãe é cliente a 3 meses e não está muito satisfeita! fique esperto com seus funcionarios pois aqui no Ceará alguns clientes estão recebendo imprestimos em seu nome e ninguem sabe explicar quem os fez, acho que o dono do Bradesco precisa olhar de perto o trabalho que vem sendo realizado atualmente nas agencias de todo o país, principalmente no Ceará ( Região metropolitana de Fortaleza.

    Curtida

  13. trabalhei praticamente quase 10 anos no banco bradesco e uma das coisas que me deixava mais feliz é de nunca ser descriminada por ser negra e trabalhar na linha de frente como caixa numa agencia tão movimentada como a quinze de novembro Deus abençoe a familia do sr. amador aguiar por tamanha generosidade.

    Curtida

  14. Oi Denise , sou Mara Martins quero parabenliza-la por ser neta desse se hmano maravilhoso que foi muito importante na existência do Banco Bradesco um dos maiores impérios do mundo e co o seu grande coração fundou a Escola Fundação Bradesco que admiro tanto, é uma pena que não consegui ainda uma vaga para a minha subrinha, de 6 aninhos más tenho muita fé em Deus e creio que vou conseguir.Denise a sua ideia de abrir novas escola pelo Brasil a fora é maravilhosa te apoi nessa barabens que Deus te abençôe e te proteja,com certeza o senhor Amador aguiar estára de guiando com a ajuda de Deus.Felicidades Denise você me faz sentir que por ser neta desse grande homem, também erdou o seu coraçao generoso,um abraço e até mais.

    Curtida

  15. Boa tarde a todos sou, Mara Martins quero dizer que tive o previlégio de ter conhecido essa pessoa
    maravilhosa que é o Senhor Amador Aguiar um ser humano abençoado simples humilde e de um coraçao generoso,que nao
    enchergava nas pessoa o poder aquisitivo e sim a alma daqueles que eram os menos favorecidos.
    Eu ajudava a esposa do Senhor Castanheira que era administrador da fazenda Sete Quedas e um dia ele chegou e olhando para mim disse:o que este broto faz aqui? deveria estar estudando!!, então eu o comprimentei e respondi que estava estudando sim e ele respondeu é isso mesmo tem que estudar para trabalhar no Banco Bradesco e olhando para ele vi que ali naquela pessoa
    que eu nunca havia visto batia um coraçao generoso e humilde e que de alguma forma se preocupou comigo
    O Senhor Amador Aguiar sempre passava os fins de semana no casarão e ficava passeando nas proximidades do casarão e falou com o meu pai que era funcionário
    da Fazenda, meu pai era tratorista operava uma das máquinas quando derrepente um senhor deu sinal para que ele parasse o trator em que trabalhava,meu pai já sabia quem ele era, ele disse para o meu pai:gostaria de estar no seu lugar trabalhando nesta máquina, meu pai se assustou, e peguntou: mas porque: e ele respondeu,estou com problema de saúde e nem com todo
    dinheiro que tenho posso me curar,nao posso comer o que quero minha comida é horrivel e voce pelo o que vejo pode comer de tudo tem disposiçao,e o meu pai disse a ele mas tenha fé o Senhor vai ficar bem, ja trabalhou muito
    precisa agora descançar, ai então ele agradeceu o meu pai e continuou na sua caminhada.Para mim este homem é digno de ser homenagiado todos os dias de sua vida enqunto esteve entre nós e até mesmo depois da sua partida e que
    com certeza esta ao lado de Deus.Porque um homem como ele que apesar da furtuna que conquistou claro que com a sua garra e sforço e acima de tudo priorizando a bondade do seu coraçao ele venceu e pessoa assim só tem a ganhar porque Deus
    esta abençoando essas pessoas o tempo todo tanto sentiu em seu coraçao a necesidade de fundar uma Escola que é a Escola Fundaçao Bradesco onde estudei em que conheci o Senhor Amador Aguiar aliás quase toda a miha familia estudou nesta Eescola que
    foi e continua sendo uma das melhores e se nao for a melhor.Eo Senhor Amador Aguiar fez esta Escola pensando nos menos favorecidos mas hoje tudo mudou , nao existe mais o Senhor Amador
    Aguiar e tudo ficou mais dificil a maioria que estuda na Escola Fundaçao Bradesco sao filhos de pais de um poder equisitivo maior,espero estar enganada mas é o que ouço falar e as vezes vejo.
    Eu e minha irmã estamos tentando arrumar uma vaga para minha subrinha na Escola Fundaçao Bradesco de Campinas desde que ela estava com 4 anos de idade, conhecemos a diretora á muito tempo, o meu pai falou com ela varias vezes aliás todos nós, ela nos deu esperança
    fizemos o cadastro e nada e depois de tanta conversa e luta ela alegou dizendo que nao podia pegar criança do birro onde moramos, nao entendo porque isso agora como disse antes será que outras crianças estão mesmo tendo prévilegio, meu Deus peço que se alguém puder nos ajudar por favor entre em contato.
    Estamos muito preocupados com minha subrinha ela esta em uma Escola do Bairro onde moramos
    onde nao oferece nenhuma segurança e o ensino nao se compara a Escols fundaçao Bradesco e
    a minha subrinha fica relamando e chorando perguntando porque a diretora nao deu vaga para
    mim e só para as minhas priminhas, nao aguento ve-la assim prciso de uma vaga para ela com urgencia ela completou 6 ano de
    idade no dia 25/10/2011e esta na escola que a creche pode transferi-la, minha irma esta com
    sintomas de depressao nao consegue dormir preocupada com a filha que nao conseguiu a vaga na Escola onde estudou e que desejava que a filha também estudasse.Por fafor alguém na Fundaçao Bradesco me ajudem.
    Que Deus abençoe a todos da Fundaço Bradesco que ilumine os seus coraçoes para que tenham um pouco da bondade que só o Senhor Aamador Aguiar tinha em seu coraçao e que eu sem se quer sabia da importacia dele
    no grupo Bradesco e que com o seu nobre coraçao falava comigo como se eu fosse alguém tão
    impotante quanto ele.Desejo a toda a familia Aguiar toda a felicidade do mundo e parabéns po ter tido o privilégio de ter convivido com esse ser humano maravilhoso
    que é o Senhor Amador Aguiar eu que pelo o pouco que o conheci vi nos olho dele o ser mara vilhoso que ele era e com certeza onde estiver ainda é porqu esta ao lado de Deus o nosso criador.Que a familia Aguiar nao tenha erdado só a furtuna que ele conquistou com tanto esforço e sim o seu coraçao generoso e o seu grande amor
    pelo o proximo.Que Deus ilumine a todos para que este império Bradesco possa continuar, e até mais, se puderem por favor nos ajudem desde já agradeço.

    Curtida

  16. Quando adolescente fui amigo do sobrinho (Marcos Aguiar) do Amador Aguiar.
    Sem dúvida foi uma referencia como empreendedor, porém tratava sua familia com desprezo, além de ser um miserável.
    Fui e ainda sou vizinho da casa onde Amador Aguiar morou nos ultimos 30 anos de sua vida, na rua Filadelfo Azevedo no bairro de Vila Nova Conceição.
    Contando um fato exótico, existia uma costureira que morava (e atendia) 4 casas vizinha da dele.
    Amador Aguiar frequentava até o final da vida sua loja para reformar suas roupas, incluindo costuras de rasgos, segundo palavras dela.
    Miserável e pão duro ! agora os abutres não o largam apó 20 anos de sua morte!!!

    Curtida

  17. Meus caros, ao invés de ficar “metendo o pau” no Amador Aguiar, que não está aqui para se defender, porque não vão trabalhar e tentem contar uma história de sucesso que seja 0,0000000000000001% parecida com a dele??

    Acorde cedo e trabalhe, era o que ele fazia!

    Curtida

  18. A historia narrada sobre o Sr. Aguiar é totalmente mentirosa… Recentemente o bisneto do verdadeiro fundador do Bradesco. Sr. José da Cunha escreveu uma monografia, GESTCORP-USP, cujo nome é O lugar do mito: Uma hstoria da organização Bradesco- lá está escrito e com bases documentais a verdadeira historia do Bradesco… confirmem….

    Curtida

  19. Nasci em Lençóis Paulista(1957), vim morar na Bahia em 69, retornei à Sampa em 77, consegindo entrar para o BRADESCO em 88(meu primeiro emprego), do qual até hoje me orgulho muito, pois
    aprendi a grande lição do Sr. Amador Aguiar, simplicidade, humildade e garra para vencer os desafios. Pedi transferência para Salvador onde trabalhei até o início de 1981 quando passei no vestibular de biblioteconomia da UFBA, com horários que chocavam precisei sair do banco. Conclui o curso em 85, fui contratada pelo setor de treinamento do Banco econômico no último ano de faculdade. Deixei o Econômico em 90. Hoje venho dar um testemunho de fidelidade e pedir outra oportunidade nesta tão conceituada instituição, de preferência na Fundação Bradesco, aqui na Bahia.

    Curtida

  20. Excellent blog! I definitely love how it’s easy on my eyes as well as the facts are well written. I am wondering how I might be notified whenever a new post has been made. I have subscribed to your rss feed which need to do the trick! Have a nice day! good one.. havely i enjoy read your post..:)

    Curtida

  21. I’m impressed, I must say. Actually rarely do I encounter a blog that’s each educative and entertaining, and let me tell you, you may have hit the nail on the head. Your thought is outstanding; the issue is one thing that not sufficient people are speaking intelligently about. I am very blissful that I stumbled throughout this in my search for something relating to this.

    Curtida

  22. Historia de vida rica e simples por suas atitudes, se ele tiver pecados e e claro que tem e quem nao tem, que DEUS de para ele um belo DESCONTO para esse grande BRASILEIRO…

    Curtida

  23. Linda história, esse Aguiar era o cara, deixou um exemplo que muitas pessoas deviam seguir. Lembro de uma propaganda do BRADESCO, que dizia : “BRADESCO GARANTIA DE BONS SERVIÇOS” nos anos 60//70.

    Curtida

  24. Gostei muito da história, só que a historia que eu sei e diferente e quem foi o responsavél pela fundação do Bradesco foi um Scalabrini que veio da Ítalia. Caso queirão saber mais entre em contato.

    Curtida

  25. SARA, não perca as esperanças, porém ore e suplique a DEUS o criador da vida e dos homens, seu nome lembra uma mulher anciã que sempre orou e acreditou no SENHOR, que a ela prometeu dar um filho, já passava dos noventa anos quando a promessa se cumpriu e assim pode dar a luz à Isac, filho do patriarca da fé Abraão, quando já era mais idoso que a esposa, porém, para Deus o impossível não existe, sua palavra se cumpre todavia no tempo dEle. Examine a história nos primeiros livros da Bíblia Sagrada, Gênesis, Êxodo.
    Ore muito crendo e o SENHOR compadecerá de ti e realizará a vontade do teu coração!Amém.
    Permita-me um breve testemunho que vivi. Uma certa madrugada meu pai estava internado na UTI após cirurgia do coração, eu estava repousando em minha casa, fui acordado pelo Espírito Santo do SENHOR que me avisou que ele havia ido à óbito, imediatamente, clamei com fé ao SENHOR que permitisse ao meu pai mais alguns anos de vida e que ele pudesse conhecer e se alegrar com meu primeiro filho (Daniel), minha esposa estava em início de gravidez. Aguardei amanhacer o dia e me dirigi à Santa Casa de Misericórdia, lá cheguei por volta das 07 horas e já encontrei-me com minha mãe na porta da UTI e esta confirmou o que o Espírito Santo havia me alertado, e que os médicos disseram seu Deus é forte, orem por nós, no que ela indagou o motivo e os médicos disseram que o paciente (meu pai) havia falecido e milagrosamente voltou à vida. Depois de alguns dias recebeu alta e viveu por mais três anos, brincou e se alegrou com o neto (Daniel), estava em processo de hemodiálise, faleceu aos 60 anos. Mas, naquele dia passado, de madrugado, Deus atendeu a minha oração. Sou grato a Deus e por isso conto a experiência vivida por nós. Outros testemunhas existem, mas, não há espaço suficiente aqui para declará-los. Porém, te digo ores e serás ouvida e atendida conforme a vontade do SENHOR.

    Curtida

  26. Meu querido Papai Noel…
    já faz tanto tempo que eu não escrevo para o senhor, não é?
    Mas hoje, meu bom velhinho, resolvi resgatar aquela criança de brilho nos olhos e o coração cheio de esperanças que ainda vive dentro de mim.
    Não sou mais aquela criança e meus pedidos mudaram um pouco mas com certeza o senhor poderá me atender.
    Eu quero muito ser mãe
    Isso mesmo um caixa dentro dela um bebê (gestação)
    Que represente a vida.Para que eu quero essa caixa?
    Eu explico:
    Dentro dela vou guardar:
    Todo o amor que eu tenho para dar..
    Toda a esperança que vive dentro de mim..
    Toda a saúde que eu possa ter…
    Todo o carinho que eu tenho para distribuir.
    Vou guardar também a compreensão… ela está tão rara hoje em dia…
    Guardarei também a solidariedade que é tão necessária..
    Guardarei todos os meus sonhos para que nenhum fuja entre os meus dedos.. Nela vai caber também o meu sorriso para que eu possa ofertar
    Vou guardar também:
    Todos os momentos felizes pois não quero me esquecer de nenhum…
    A minha gargalhada infantil…
    A minha saudade porque nela existe a prova do amor e de bons momentos..
    A confiança, pois sem ela não vivemos..
    A minha lealdade para que com ela possam contar..
    A felicidade… para que eu possa compartilhar..
    O brilho do meu olhar..
    Nela também guardarei os meus desejos mais secretos para que um dia eles possam se realizar…
    As lágrimas, pois elas também são de felicidade…
    Todos os aprendizados que a vida me fez passar para que eu seja uma pessoa cada vez melhor…O senhor deve estar se perguntando onde vou guardar essa caixinha… e eu lhe respondo:
    Dentro do meu coração, pois de lá sei que ela jamais se perderá… e para sempre vai ficar.
    Meu Bom Velhinho faça que com a chegada do Natal a criança que cada um tem dentro de si nasça novamente…
    Meu nome Sara Maria dos Santos Veloso tenho 40 anos, sou de família muito pobre sou da Bahia, tive a infelicidade de ser estopada pelo meu pai quando eu tinha 10 anos de idade, a minha vida virou um inferno quando tudo aconteceu a minha mãe cuidou de me, tive muita dificuldade para me relacionar com homem fez acampamento psicológico por muito tempo a 15 anos atrás vem da Bahia para São Paulo, fui lutar para que meus sonhos se tornarem realizada, trabalhei em casa de família, fiz curso técnico de Enfermagem, fui trabalhar para realizar, mas um sonho fazer uma faculdade graças a DEUS hoje é formada em Enfermagem pela UNISA e o tempo passou á cada dia está, mas difícil para eu realizar meu sonho de ser mãe já tenho em mãos todos os exames, como a histerossalpingografia, resultado foi que as minhas trompas estão obstruídas,tenho que fazer fertilização in vitro custa 8.000 mil reais por favor me ajude , meu esposo também vai fez todos os exames como o ESPERMOGRAMA está tudo normal.
    Com ele ainda não estou trabalhando com Enfermeira, nós não temos condições de pagar inseminação e tratamento,meu esposo trabalhar na constrição civil, estou correndo atrás para trabalhar como Enfermeira, por favor, me ajude, vida segue seu ciclo e o relógio biológico a cada ele me manda correr.
    Que o menino Jesus nos abençoe e proteja.
    A minha criança está viva…
    e cheia de sonhos..
    a espera do meu pequeno milagre de Natal…

    Curtida

  27. Gostaria de saber da amizade e respeito que existiu entre os Srs. Amador Aguiar e Silvio Rizzardo, êste fundador do extinto Banco Segurança S.A., de Campinas. Eventualmente, o Bradesco comprou o Banco Segurança na década de 60.

    Curtida

  28. o que significa banco privado.tem aguma restrição do banco ser ou não ser brasileiro de origem ,ouvi um comentario que o bradeco e de origem isrelense

    Curtida

  29. eu mim sinto muito de saber que um grande homem ,que veio do nada e venceu deixar uma riquesa dessa para as tres filhas,imaginem os maridos dessas filhas do aguir deixou essa erança tao grande.que desua iluminem que seja um exemplo do seu querido sogro.gostaria somente uma força para que minha querida filha estudasem no colegio da fundacao bradesco eu seria muito agradecido.e que deus de muito mais a todos voces dono do bradesco e direcao.

    Curtida

  30. Não criou a moeda do mercosul ainda por causa de corrupções no Brasil.A moeda já poderia circular em Brasil e Argentina,mas os corruptos brasileiros não deixam.O que pode ajudar-nos os corruptos não deixam.

    Curtida

  31. Eu gostaria não de saber a história do Bradesco,pois estórias em quadrinhos já estou cheio. Quero saber apenas de quando surgirá a moeda do mercosul. Já ouvi dizer que começariam entre Brasil e Argentina, mas até hoje não vi nenhuma moeda que fosse originária do mercosul.

    Curtida

  32. Quem conhece a verdadeira história da Criação do banco de Descontos, uma verdadeira rasteira no fundador do Banco de Marilia, um João Aguar, ardiloso e cheio de ambições, aproveitando da situação da ausencia do fundador e proprietário do banco de Marilia (Sr. José de Almeida) durante o período de Guerra, transferiu todos os bens da iinstituição e renomeou o Banco como Banco de Descontos, deixando para o Sr. José Almeida apenas alguns bens que estavam em seu nome, infelizmente esta parte da história não foi contada pelo ilustre João Aguiar, que diz ter adquirido ações do Banco quase falido e transformado no império Bradesco.
    Quem irá acreditar nesta história, acredito que poucos, mas acreditem não é ilusão e nem fantasia, o Sr José Almeida morreu pobre apos ter sido roubado por uma pessoa que acreditava ser de total confiança. O Sr João aproveitando da ausencia do dono do Banco de Marilia, utilizou de uma procuração para tomar toda conquista de um verdadeiro lutador, crescendo com a transformação do Banco de Descontos e deixando morrer na miséria o então fundador do Banco de Marilia.
    A revista Isto é fica a questão: Qual a verdadeira história do Banco de Marilia e em que momento o Banco se transformou em Banco de Descontos, onde estava o Sr. José Almeida neste momento?
    Qlguem pode nos responder.

    Curtida

  33. A história é linda e inspiradora, porém se ele tivesse se tornado um politico, com certeza essa história estária manchada, não por ele, mas sim pelos preconceituosos que não aceitam que pessoas de origem humilde e com pouca formação acadêmica tornem-se um lider.

    Curtida

FAÇA UM COMENTÁRIO.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s